Notícia

3 de dezembro de 2015

1,3 milhões de euros para Vigilância Marítima

A Direção-Geral de Política do Mar viu, recentemente, aprovadas as três propostas de projeto que realizou, com a finalidade de melhorar a vigilância marítima em Portugal, através do desenvolvimento da partilha de informação entre as autoridades públicas portuguesas, aspeto essencial para promover o crescimento azul e a segurança marítima em Portugal.

Dois destes projetos, o “501”e o “602”, cofinanciados a 80% pela componente de gestão direta do Fundo Europeu dos Assuntos do Mar e Pescas (FEAMP), visam a realização de um plano de ação nacional e o desenvolvimento de capacidades tecnológicas para aumentar a partilha de informação de vigilância marítima entre as autoridades públicas portuguesas, através do nó nacional do CISE (NIPIM@R). Estes projetos contam com a participação direta de 13 entidades nacionais que representam as comunidades de utilizadores envolvidas na ação do Estado no mar: defesa, controlo das fronteiras, segurança marítima e da navegação, salvaguarda da vida humana no mar, ambiente marinho, pescas, alfândegas e manutenção da lei e da ordem.

Finalmente, o projeto “703”, cofinanciado a 67% pelo FEDER, no âmbito do COMPETE2020, visa a implementação e certificação, de acordo com a norma ISO27001:2013, de um sistema de gestão de segurança da informação de vigilância marítima partilhada.

Estes projetos irão decorrer em 2016, prevendo-se a sua conclusão em 2017, dando-se, assim, mais um passo na direção de uma maior eficiência e eficácia da ação do Estado no mar e dos benefícios económicos, sociais e ambientais que daí decorrem.

Partilhar este conteúdo:

Início / Notícias / Notícia