Início / Políticas e Projetos / Observatório da Economia Azul

Observatório da Economia Azul

Partilhar este conteúdo:

facebook.png
twitter.png
linkedin.png

 

 

Economia do Mar acelera entre 2015 e 2018:

Exportações aumentam 25%, VAB das Empresas cresce 30% e Marinha Mercante sobe 94%

 

O Mar é um motor económico em franco crescimento ao longo do quadriénio correspondente à última legislatura (2015-19).

De acordo com a análise do Observatório da Economia Azul do Ministério do Mar, as exportações de bens do setor do mar em 2018 registaram um aumento de 25% relativamente a 2015.

 

No último ano, o setor ‘azul’ registou mais de 2 mil milhões de euros em exportações (2 186 740 724€), quase 500 milhões a mais do que o valor alcançado em 2015 (1 753 761 953€).


O crescimento da Economia Azul nacional verifica-se também no Valor Acrescentado Bruto (VAB) das empresas do Setor do Mar. Segundo a análise do Observatório da Economia Azul do Ministério do Mar, em 2017 este valor representava 3,4% do VAB das empresas da Economia Nacional.

Para efeitos de comparação, em 2015 o mesmo indicador fixava-se 2,86%, denotando assim um aumento na ordem dos 30% em dois anos e perto do dobro quando comparado com a legislatura anterior. A manter-se este ritmo de crescimento, será possível alcançar a meta estabelecida pelo Ministra do Mar Ana Paula Vitorino para 2020: uma contribuição de 5% do setor do mar para o VAB da Economia Nacional.

 

Com efeito, a análise do Observatório da Economia Azul do Ministério do Mar demonstra uma rota de crescimento sustentado. A taxa de crescimento do VAB das empresas da Economia Azul em 2017 fixa-se, de resto, em 14,94%, praticamente o dobro da taxa de crescimento do VAB das empresas da Economia Nacional (7,85%) e da taxa da legislatura anterior, o que é bem representativo da pulsão de desenvolvimento que o setor do mar em Portugal tem conhecido ao longo desta legislatura, fruto das políticas de fomento da capacitação da economia azul, como: Estratégia de aumento da competitividade portuária, da inovação em todos os setores do mar, das energias renováveis oceânicas, da aquacultura e da marinha mercante.


Entre as áreas do setor com maior crescimento entre 2015 e 2018, destaca-se em particular a marinha mercante, com um aumento de 94% do número de navios e de 269% do porte bruto (DWT), correspondente a mais 14 mil toneladas. 


Também a atividade portuária registou um desenvolvimento assinalável no mesmo período com um aumento de 56% no movimento de carga Ro-Ro e de 20% no movimento de carga contentorizada.


Por fim, destaca-se também o crescimento da atividade de cruzeiros no continente, com um aumento de passageiros na ordem dos 21%, e o incremento das exportações dos produtos de pesca em 21%, correspondendo a um aumento do volume de exportações em quase 200 milhões de euros.

Exportações da Economia do Mar, 2015 a 2018 (Mil Milhões)

Peso do VAB Empresas Economia Azul sobre VAB Empresas Economia Nacional (%)

Taxa de Crescimento VAB Empresas Economia Nacional Vs VAB Empresas Economia Azul (%)

 

 

Portos são o motor da produtividade do Mar Português, a qual é 16,7% superior face à nacional

 

A economia do mar portuguesa tem uma produtividade 16,7% maior face à economia nacional, sendo os setores portuário e da indústria naval os maiores motores de geração de valor acrescentado.

Segundo a análise do Observatório da Economia Azul do Ministério do Mar, com base nos dados disponibilizados pelo sistema integrado de contas das empresas do INE, a produtividade aparente na economia do mar (medida pelo Valor Acrescentado Bruto / nº de pessoas empregadas) é de 27.794€, enquanto que na economia nacional o valor é de 23.814€.

O sub-setor do mar com maior produtividade foi o dos «Portos, Transportes e Logística», com um valor de 99.930€, sendo seguido pelo da «Construção, Manutenção e Reparação Naval», com 33.402€. O sub-setor do turismo situa-se nos 27.535€ (em linha com o valor da economia do mar), sendo que a atividade das marinas e portos de recreio (ou seja, a dimensão portuária do turismo) gera um valor de 47.485€.

Por sua vez, o desempenho da produtividade do sub-setor da «Pesca, Aquicultura Marinha, Transformação e Comercialização dos seus Produtos» situou-se nos 20.006€, sendo a atividade do «Comércio por grosso de peixe, crustáceos e moluscos» (maioritariamente para exportação) aquela que demonstrou maior produtividade, acima do valor da economia do mar: 29.638€.

Produtividade 2017

Economia do Mar Portugal - 27.974€

Economia Portugal (total) - 28.814€

Ranking

Portos, Transportes e Logística - 99.930€
Construção, Manutenção e Reparação Naval - 33.402€
Recreio, Desporto e Turismo - 27.535€
Pesca, Aquicultura Marinha, Transformação e Comercialização dos seus Produtos - 20.006€
Recursos Marinhos não vivos - 4.559€

 

 

 

 

Documentos de Monitorização

 

Monitorização do

ITIMar 2017

Monitorização do

ITIMar 2016

Observatório

Economia Azul

Economia do Mar em Portugal

Relatório Técnico

[Dezembro 2018]

Economia do Mar em Portugal

Relatório Técnico

[Dezembro 2017]

Economia do Mar em Portugal

Relatório Técnico

[Dezembro 2016]

Economia do Mar em Portugal

Relatório Técnico

[Dezembro 2012]

Economia do Mar em Portugal

Sumário Executivo

[Dezembro 2012]

LINKS MAR

oceaninvest.png
logo-bluetech-h.png
logo.png
eeagrants_4x.png

CONTACTOS

Av. Dr. Alfredo Magalhães Ramalho N.6

1495-006 Lisboa, Portugal

Tel: +351 218 291 000

E-Mail: geral@dgpm.mm.gov.pt

Skype: DGPM_Live

REDES SOCIAIS

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black YouTube Icon

© Todos os direitos reservados, 2019  |  DGPM - Direção-Geral de Política do Mar

Proteção de Dados      |      Avisos Legais     |      Links Úteis     |      Mapa do Site