Notícia

Início / Notícias / Notícia

7 de agosto de 2018

Campanha no Pacífico recorre a tecnologia portuguesa germinada nos EEA Grants

1/2

Perante a frente sub-tropical do Pacífico norte, a mil milhas náuticas de distância da costa da Califórnia, a tecnologia marinha portuguesa assumia um plano de grande destaque na campanha do Schmidt Ocean Institute.

A bordo do R/V Falkor, um software desenvolvido pelo Laboratório de Sistemas e Tecnologia Subaquática (LSTS) da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto permitia otimizar automaticamente as operações robóticas e simplificar o controlo de toda a frota de robôs.

A campanha durou cerca de três semanas e incluiu operações de robôs submarinos, que viajaram mais de 1000 milhas náuticas (600 horas), de veículos aéreos não tripulados, que realizaram mais de 25 voos (10 horas), e de veículos autónomos de superfície que estiveram em ação continuamente.

Através do software Neptus and Ripples, concebido pelo LSTS, os investigadores apoiavam-se num comando central baseado num único navio. Podiam assim monitorizar de forma eficiente uma área muito maior recorrendo a uma frota de veículos robóticos em rede, onde todos são controlados utilizando apenas um operador.

A equipa multi-disciplinar que integrou a campanha incluiu 17 elementos de seis países e foi coordenada por João Tasso de Sousa do LSTS.

O desenvolvimento deste software contou com o apoio financeiro dos EEA Grants 2009-14, ao abrigo do Programa PT 02 – Gestão Integrada das Águas Marinhas e Costeiras.

Partilhar este conteúdo:

LINKS MAR

oceaninvest.png
logo-bluetech-h.png
logo.png
eeagrants_4x.png

CONTACTOS

Av. Dr. Alfredo Magalhães Ramalho N.6

1495-006 Lisboa, Portugal

Tel: +351 218 291 000

E-Mail: geral@dgpm.mm.gov.pt

Skype: DGPM_Live

REDES SOCIAIS

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black YouTube Icon

© Todos os direitos reservados, 2019  |  DGPM - Direção-Geral de Política do Mar

Proteção de Dados      |      Avisos Legais     |      Links Úteis     |      Mapa do Site